Manter-se na primeira divisão e fazer do Calango um time formador de jogadores são metas do novo presidente

O Belo Jardim Futebol Clube está com novo presidente: Carlos Franklin Maciel. Torcedor, que ocupava o cargo de tesoureiro do clube, assumiu o time por dois anos e na sua gestão espera grandes mudanças. Confira a entrevista com o presidente do BJFC:

Como você encara a presidência do Belo Jardim Futebol Clube?

Encaro com naturalidade, mas ao mesmo tempo como um desafio, pois o BJFC, apesar de ser novo, já tem um bom número de torcedores, sendo esses muito exigentes.

Quais são as metas para os próximos dois anos a frente do time?

São duas: formar jogadores da Escolinha do Calango para o time profissional, juntando aos novos contratados (adiantando que no campeonato sub-20 deste ano já temos quatro alunos da escolinha integrados); e o principal desafio, que é formar um time forte para retornar à primeira divisão do Campeonato Pernambucano, mantendo-se lá no ano seguinte.

Alguma mudança prevista  para a sua gestão?

Estamos fazendo algumas mudanças no Calango: queremos fazer um time formador de jogadores de base. Para isso, já estamos com uma estrutura física muito boa, onde já funciona o alojamento do time e a sede (localizada na Av. Gabriel de Almeida, ao lado do Hospital Santa Fé). Estamos também adquirindo um ônibus que servirá para transportar os jogadores para os treinamentos e jogos.

O que o torcedor pode esperar desses dois anos de presidência?

Muito empenho, dedicação e força de vontade para que o Calango continue sempre crescendo. Para isso, a diretoria do calango tem consciência que o apoio dos torcedores, não só nos jogos mas também em patrocínios será essencial.  Saudações alviverdes!